2 REIS 1

A galera do Moabe resolveu dar golpe de estado depois que o gerente Acabe morreu.

O gerente Acazias, que ficou no lugar do Acabe, caiu da laje do seu barraco em Samaria e se fodeu todo; aí mandou que uns mensageiros fossem pedir umas paradas pro Baal-Zebube, patrão do Morro do Ecrom. Mas um teleguiado do PATRÃO chegou até o Elias, mais conhecido como Elias do Tisbé, e disse pra interceptar os mensageiros do gerente Acazias. O teleguiado disse pro Elias falar assim pros mensageiros:

“Tá indo atrás do Baal-Zebube por que, seus zé-ruela? Tá achando que aqui não tem Patrão não é? Vocês digam pro péla-saco do Acazias que o PATRÃO falou que ele não vai se levantar mais não, ele é vai cair, vai rodar, já era”.

Elias obedeceu as ordens, mandou o recado pros mensageiros do Acazias e fez os mensageiros voltarem até o gerente. O gerente viu os mensageiros voltando e perguntou:

“Voltaram por que porra?”

E um dos mensageiros respondeu:

“Um maluco ae chegou na gente no meio do caminho e falou que era pra te avisar que tu não vai se levantar não Acazias, que o PATRÃO vai te passar o cerol. O PATRÃO tá bolado porque soube que tu mandou nóis ir até o Baal-Zebube”.

“E como é que era esse maluco?” perguntou o gerente, bolado.

E eles responderam:

“Tava usando uns casaco de pele, cinturão de couro, estilo gangsta…”

“É o Elias! É o Elias do Tisbé!”, o gerente falou, boladão.

O Acazias mandou um chefe de bonde com 50 malucos fortemente armados pra ir atrás do Elias. Os caras encontraram o Elias tranquilão, sentado no alto do morro. Aí o chefe do bonde falou:

“Coé Soldado do Patrão, desce daí, Acazias tá querendo levar um papo contigo”.

E o Elias respondeu:

“Eu sou PATRÃO pra caralho, e vai chover chumbo em cima de você e desse bando de bucha”.

E choveu chumbo grosso em cima do bonde todo, passando geral.

Aí o Acazias mandou outro chefe de bonde com mais 50 malucos fortemente bolados atrás do Elias. Ele foi no alto do morro e falou pro Elias:

“Ae maluco, o Acazias tá boladão, tu desce dae agora”.

E o Elias respondeu:

“Aqui é nóis que manda neguinho”.

E choveu tiro em cima do bonde todo, passando geral, de novo.

Aí o Acazias mandou outro chefe de bonde com mais vários malucos fortemente apavorados. O chefe do bonde subiu no alto do morro, caiu de joelhos na frente do Elias e mandou:

“Porra Elias, na moral, não passa a gente não, eu to ligado que vocês tão largando o dedo em cima de geral, mas quebra essa ae pra mim, parceiro”.

Aí um teleguiado do PATRÃO chegou pro Elias e falou:

“Desce com esse maluco ae que tá suave”.

Aí o Elias desceu do topo do morro junto com o chefe do bonde e foi falar com o Acazias. O Elias já chegou falando:

“Ae Acazias, tu tá fudido, hein… o PATRÃO mandou falar bem assim: Ae seu vacilão, seu otário, tu foi mandar teus pivete ir atrás do péla-saco do Baal-Zebube e por isso tu vai rodar, tu sabe que aqui na minha favela eu não quero ninguém indo atrás daqueles alemão do Morro do Ecrom, tu deu mole e tu vai cair, neguinho”.

E o Acazias rodou mesmo, do jeito que o Elias falou. O irmão dele, Jorão, assumiu a gerência da boca no seu lugar. Isso tudo aconteceu no segundo ano em que o Jeroão tava como frente do movimento na favela.

ÊXODO 33

O PATRÃO falou pra Moisés:

“Vaza, você e a galera que tu ajudou a fugir do Egito II, e vão pro morro que eu prometi que ia dar pro Abrãao, pro Isaque, pro Jacó e pra galera da facção deles. Eu vou mandar uma escolta pra ir com vocês e vou expulsar os alemão que tão por lá. Mas eu não vou com vocês não. Vocês são muito escrotos e se eu for junto vou acabar perdendo a paciência com vocês e passando geral no meio do caminho”.

E quando a galera foragida do Egito II ouviu que o PATRÃO não ia com eles até o morro, ficaram boladões e começaram até a esconder as jóias que tavam portando. Aí O PATRÃO mandou o Moisés dar outro recado pra bandidagem:

“Mermão, vocês são uns vacilões. Se eu andasse com vocês, ainda que fosse só um pouquinho, eu ia na certa mandar vocês todos pra vala. Eu não vou com vocês porque senão vou acabar ficando bolado e passando geral, entendeu? Agora vai geral tirando as jóias que eu vou resolver o que que eu vou fazer com vocês”.

Sempre que a galera acampava, Moisés armava um barraco longe dos outros barracos da comunidade. Aquela era chamada a “Tenda da Presença”, e sempre que alguém queria consultar o PATRÃO, ia até a tenda. Quando Moisés saía pra ir pra Tenda, o povo todo ficava na porta dos barracos manjando. Quando Moisés se entocava na tenda, começava a rolar uma fumaça pesada, e no meio da fumaceira o PATRÃO começava a falar com o Moisés. Quando a galera via a fumaça fluindo geral ficava bolado. O PATRÃO trocava idéia com o Moisés no mó respeito, de igual pra igual. Os dois fechavam forte no bagulho. Quando terminava de trocar idéia com o PATRÃO, Moisés voltava pra comunidade e deixava um pivete chamado Num na Tenda, pra ficar de olheiro da parada.

Moisés falou pro PATRÃO:

“Eu to ligado que tu já me passou as ordem de levar esse bonde todo praquele morro, mas tu ainda não falou quem é que vai comigo na frente. Tu falou que eu sou teu fechamento, então se é isso mesmo, me conta ae o que que tu tá planejando, pra eu poder chegar lá e botar o bagulho doido de acordo com a tua vontade”.

E O PATRÃO falou:

“Maluco, relaxa, eu vou contigo e tu vai tomar aquele morro todo sem stress”.

E o Moisés respondeu:

“PATRÃO, mas se tu não for com o resto da galera, como é que nego vai se impor lá no morro? Tu colando com a gente lá é que vai mostrar pra geral que quem manda naquela porra é nóis, ta ligado…”

E O PATRÃO falou:

“Moisés, tu é cria e tu tá ligado que eu fecho contigo. Então demorô. Eu vou lá tomar aquele morro com vocês sim”.

E fechou tanto com o Moisés que ainda falou:

“E seguinte neguinho, vou te falar qual é meu nome de verdade. Mas não vou deixar tu ver minha cara não. Ninguém pode ver minha cara, quem vê minha cara acorda com a boca cheia de formiga, tá ligado? Fechou. É nóis, Moisés”.

———————
Doar pro pastor é doar pro Patrão!

JEREMIAS 21

O malandro conhecido como Zedequias de Judá mandou um tal de Pasur e mais uma galera vir falar comigo. Eles me pediram o seguinte:

“Jeremias, fala pro PATRÃO dar uma força pra gente, que o Nabucodonosor do Morro da Babilônia tá vindo pesadão pra cima do nosso bonde. De repente O PATRÃO dá uma intervida e faz o Nabucodonosor meter o pé…”

Então O PATRÃO trocou uma idéia comigo e disse pra eu passar o seguinte recado pro Zedequias, e falou pra deixar bem claro que quem tava falando era O PATRÃO:

“Quem vai meter o pé é tu e tuas dondocas, Zedequias. Eu mesmo vou sair largando o dedo em cima de você e do teu bonde. Vou meter tuas peças. Vou passar teu bonde todo e geral da tua área. E quem não morrer na hora eu vou entregar pro Nabucodonosor e pra esses outros malucos aí que tão de KO com vocês, seus vacilões. E aí o Nabucodonosor vai mandar passar geral. Tu vai cair, vagabundo. Escreve o que teu PATRÃO tá te falando”.

Aí O PATRÃO falou pra eu dar o seguinte recado pro povo:

“Ae bandidagem! Vô deixar vocês escolherem entre viver ou virar recheio de vala. Quem meter o pé agora e se entregar pro Nabucodonosor vai ser feito prisioneiro e vai sobreviver. Quem resolver ficar aqui, já fique sabendo eu to bolado e vou cair matando. E o Nabucodonosor vai tomar essa área toda e vai sair tocando fogo em tudo que tiver pela frente. Quem tá avisando é O PATRÃO”.

“Jeremias, e avisa pra galera da família do Davi que eu tenho um recado muito importante pra dar pra eles. Vocês tratem de fechar com o certo e manter o movimento seguindo forte, porque senão, cambada, essas merdas que vocês andam fazendo vão me deixar bolado de verdade e aí bicho vai pegar pra cima de vocês. Eu to ligado que tua boca fica no topo do morro e que tu acha que ninguém tem culhão de ir aí te pegar, mas eu vou aí pessoalmente e vou passar geral. Vou tocar fogo na tua base e tudo que tem em volta. Fica no sapato. Quem tá te avisando é O PATRÃO”.

2 CRONICAS 9

A Rainha de Sabá ouviu falar que o tal do rei Salomão andava tirando muita onda e resolveu ir até Jerusalém pra ver se ele era foda mesmo. Ela chegou puxando um bonde portando vários camelos, vários temperos e várias jóias. A Rainha chegou questionando o Salomão sobre várias paradas difíceis, mas o Salomão era ligeiro e saiu respondendo tudo. A Rainha de Sabá começou a se ligar no papo do Salomão, deu uma olhada na mansão dele, viu as bebidas do bar do cara, viu que os empregados dele tavam tudo portando roupa de marca, e aí se ligou que a onda do Salomão era forte. Aí chegou no Salomão e mandou o papo:

“Ae, tu é foda mermo hein. Tinham que me dito que tu era foda, mas vendo agora, tu é o cara, broder. Teu bonde tem sorte que tu que é o frente aqui. Não é a toa que O PATRÃO te botou de gerente nessa boca. Ele sabia que tu ia manter o movimento seguindo forte”.

Ela entregou pro rei Salomão os presentes que tinha trazido; ouro pra mais de tonelada, vários temperos, jóias, bagulho fino como nunca se tinha visto naquela parte do morro. O rei retribuiu com várias paradas, e deu pra cocota tudo que ela pediu. Aí a rainha voltou pra boca dela junto com o seu bonde.

Todo ano o Rei Salomão recebia um monte de ouro que cada um envolvido no movimento pagava pra ele de tributo. O cara era tão foda que vinha até gente de fora do morro trazer ouro pra ele.

Salomão fazia o estilo funk ostentanção. Mandou revestir vários escudos de ouro pra mostrar que quem tira onda ali é ele. Os escudos decoravam o Baile da Floresta do Líbano.

Salomão mandou fazer um trono de ouro e marfim com vários ornamentos bolados. O trono era tão foda que tinha vários degraus pra subir nele, e até aquele tempo ninguém tinha metido tanta bronca assim em nenhuma boca.

Rei Salomão só bebia em taça de ouro, no Baile da Floresta do Líbano tudo era de ouro; prata era considerada coisa de pobre. Salomão sustentava essa ostentação toda com um esquema pesado de tráfico com a Espanha, que ele fazia junto com rei Hirão. O movimento fluia na moral e vinham vários navios carregando ouro, prata, marfim, macaco e todo tipo de coisa boa.

Salomão era o gerente mais esperto e mais foda daquela época. Todos os outros gerentes queriam ouvir o papo dele. Geral trazia agrado pro cara, prata, ouro, pistola, moto, cavalo e mula. E era assim direto.

Salomão tinha o bonde mais fortemente armado que se tinha notícia, e espalhou parte desse bonde em Jerusalém e outra parte por outras bocas nas redondezas. Era ele quem mandava em todas as bocas do Eufrates até o Egito. Na época em que ele mandava Jerusalém vivia no luxo, geral com vários artigos importados.

Salomão foi gerente por 40 anos naquela região do morro, e naquela época era ele quem mandava na porra toda. Quando ele morreu seu filho Roboão virou o frente da parada.

GENESIS 6

Quando geral começou a se espalhar pela terra e meter vários bonecos, vários desses bonecos viraram cocotas, e os filhos do PATRÃO viram que as cocotas eram show. Os filho do PATRÃO escolheram as cocotas que quiseram e sairam pegando geral. Aí o PATRÃO falou:

“Não tem essa parada de viver pra sempre não, neguinho. Aqui vagabundo vai virar recheio de vala. Vou dar pra vocês no máximo 120 anos de vida. Depois já sabe, né…”

Quando os filhos do PATRÃO e as cocotas começaram a meter vários bonecos, começou a rolar até gigante na parada. E esses gigantes eram os pica-das-galáxias daquele tempo, famosos pra caralho.

Aí o PATRÃO percebeu que a humanidade só fazia merda e tava sempre fechando com o errado, e ficou bolado. O PATRÃO falou:

“Deu merda. Vou passar essa galera, vou passar os bichos que andam, os bichos que voam, os bichos escrotos, vou passar geral. Fiquei bolado.”

Mas o PATRÃO sabia que Noé tava sempre fortalecendo.

Essa é a história do Noé. Noé meteu três bonecos: Sem, Cam e Jafé. Noé fechava com o certo e sempre obedecia o PATRÃO. Ao contrário de todos os outros vacilões daquele tempo, Noé era mó pureza. Pro PATRÃO geral só vacilava e criava KO por toda parte. O PATRÃO olhou pro morro e viu que tava tudo uma merda, a rapaziada toda só enfraquecendo o movimento.

O PATRÃO falou pra Noé:

“Ae vou te dar uma carga responsa. Vou passar todo mundo. Tu junta ae tuas parada e arruma uma nave de 130 metros de comprimento por 22 de largura por 13 de altura e mete vidro preto nela toda. Fecha a capota que eu vou mandar uma chuva bolada pra passar geral. Mas tu vai ser meu fechamento. Pega tuas paradas, tua família, um par de cada bicho que anda, de cada bicho que voa, cada bicho escroto, maloca tudo na nave, junta uns bagulhos pra comer e fica na atividade”.

E Noé fez o que o PATRÃO mandou.

GENESIS 3

A serpente era foda. Ela chegou pra cocota e falou “É verdade que o Patrão falou pra não comer fruta nenhuma?”

E a cocota respondeu “Não, tá maluco, pode comer qualquer fruta, só não pode nem chegar perto daquela ali, se chegar perto dela o Patrão disse que já sabe, né…”

E a serpete falou pra cocota: “Que nada… pode comer que tá tranquilo. O Patrão falou isso porque sabe que se vocês comerem aquela fruta, vocês vão ficar ligados na paradas, e ele não quer que ninguém fique tão ligado assim, entendeu…”

E a cocota viu que as frutas eram maneiras, e que se ligar nas paradas talvez fosse foda. Comeu a fruta sem pensar duas vezes, e deu pro maluco, e o maluco comeu sem pensar duas vezes, e os dois ficaram ligadões. A primeira coisa que eles se ligaram foi que estavam pelados, aí saíram se cobrindo de folha, pro bagulho ficar mais social.

E aí ouviram o PATRÃO, que tava dando uma volta na comunidade, e sairam saindo; sabiam que tinham vacilado com o PATRÃO, e foram se esconder no mato.

E o PATRÃO chamou o maluco, dizendo “Cadê tu, vagabundo?”

E o maluco falou “Na moral, te ouvi chegando, fiquei bolado, tava pelado…”

E o PATRÃO falou “E quem foi que te falou que tu tava pelado? Tu andou comendo daquela parada que eu falei pra tu não comer, né não?”

E o ADÃO falou “aquela cocota ali que tu fez pra mim, tá ligado, a cocota, aquela cocota ali ó, ela me deu a fruta, aí eu comi, por causa da cocota que…”

E o PATRÃO ficou bolado. Saiu falando com a cocota “Tá maluca cocota? Perdeu a linha assim, de bobeira?”

E a cocota falou “A serpente me mandou um KO, certo Patrão, a serpente, aquela serpente ali, ó…”

E o PATRÃO falou pra serpente “Tu vai cair sua vagabunda, tu vai rodar pra dar exemplo, tu vai andar se arrastando pra sempre, e tu vai comer terra pra sempre tá ligada, e daqui pra frente tu e a cocota vão ser inimigas, ela vai te dar na cabeça, tu vai pegar ela pelos pés, você e todas as tuas crias, ela e todos os bonecos dela…”

E aí falou pra cocota “Tu vai parir doído a vera, e tu vai deixar de ser independente e vai virar mulher de bandido e ficar na mão do teu marido, perdeu”

E aí virou pro maluco e falou “E tu, maluco, tu vai ter que ralar que nem doido pra conseguir comer alguma coisa. E depois tu vai é pra vala. Ae bandidagem, acabou a moleza pra vocês; de agora em diante essa terra vai ser uma merda”

E falou “maluco, teu nome agora é Adão, e cocota, teu nome agora é Eva; pega essas roupas aqui, e tá vendo ali a porta de saída? Mete o pé daqui antes que eu mude de idéia e comece minha matança bíblica com vocês.” E botou Adão e Eva pra correr do Morro do Éden, e montou uma contenção bolada com vários querubins fortemente armados pra impedir que os vacilões voltassem.